Como adicionar peças festivas ao armário cápsula

Como adicionar peças festivas ao armário cápsula



Ora bem, estamos a poucas semanas do Natal e por isso achei que era a altura ideal para escrever sobre como adicionar peças festivas ao armário cápsula. Tivemos tanto trabalho a construir a nosso armário, a deixar apenas as coisas que usamos efetivamente e a abrir mão da tralha que só nos dificultava a vida, que agora até temos medo de comprar o que quer que seja.

Sabemos que não vamos passar o ano em festas, no meu caso que nem saio à noite existem cerca de 4 ou 5 eventos por ano onde uso roupa mais festiva, e por isso não se justifica gastar muito dinheiro nesse tipo de peças.

Em tempos tinha uma secção do armário inteiramente dedicada a peças para eventos mais glamorosos, coisas que usava muitas vezes para simples saídas à noite com amigas onde os brilhos são sempre permitidos, mas com o passar do tempo essas saídas foram deixando de acontecer e a roupa foi ficando no fundo do armário. Por isso, quando tomei a decisão de iniciar o meu armário cápsula, achei que 5 ou 6 peças eram suficientes para cobrir os eventos anuais sem ficar sempre igual nas fotografias.

Optei por adquirir/manter partes de cima e conjugá-las com partes de baixo pretas, que abundam no meu armário. Para esta série ressuscitei uma saia de napa que foi das poucas peças que estavam numa caixa para triagem, já que deixou de me servir quando engordei mas eu gosto bastante dela. No entanto não gostei de ver nesta foto que tirei para este artigo, por isso provavelmente vai mesmo à vida dela e não se fala mais nisso. Tenho sempre preferência por calças no lugar de saias, embora para o Natal e Passagem de Ano goste de me ver com algo mais feminino.

O body e a camisola de manga comprida com brilhos foram as minhas aquisições este ano. Mantive o top com brilhos que comprei o ano passado, assim como o casaco das lantejoulas e o vestido com missangas que podes ver no post de looks festivos de 2016. O primeiro top que aparece nessa seleção de looks é o top preto drapeado que aparece representado nas peças do meu armário cápsula.

Como é que faço a gestão deste tipo de peças? Simples.

 

Separar a roupa festiva da roupa do dia a dia

Podes utilizar uma caixa, uma gaveta… o que quiseres. O importante é que estas peças estejam efetivamente separadas do resto da roupa. Não apenas numa pilha diferente dentro da mesma gaveta, mas efetivamente longe da vista, num sítio onde não poderão confundir-te na escolha diária de looks. A não ser, obviamente, que o teu estilo de vida exija que este tipo de peças façam parte do teu armário regular.

 

Entra uma, sai outra.

Quando fiz a limpeza do meu armário decidi que não teria mais do que 6 peças festivas, mas sei que gosto todos os anos de comprar algo para vestir no meu aniversário e no Natal. Assim sendo decidi que ia ficar apenas com duas ou três peças das que já tinha e ia permitir-me comprar as restantes para serem algo novo. No próximo ano escolho novamente duas ou três peças para ficarem e adquiro outras novas. Como são peças usadas poucas vezes, podem sempre ser vendidas rendendo algum budget para as próximas compras.

 

Apostar na versatilidade

Uma forma de aumentar a oferta é ter algumas peças que se encaixam em looks do dia a dia. Eu tenho duas peças no meu armário regular que ficam perfeitamente bem para um look de festa, da mesma forma que desconstruídas ficam ótimas para o dia a dia. Claro que os bilhos são sempre mais complicados, mas o veludo e a renda resultam muito bem.

 

E os sapatos?

Há quem goste de ter um par de sapatos pretos para estas ocasiões. E se és capaz de passar uma noite inteira com eles sem dores, então é algo que deves ter no teu armário. No meu caso tinha muitos sapatos altos pretos mas nenhuns confortáveis o suficiente, por isso acabei por ficar apenas com as botas pretas altas. Ficam bem com todos os looks e o tipo de eventos a que costumo ir não exige mais do que isso. Tenho umas sandálias pretas (que praticamente só uso no verão) que também não ficam mal com collants, para o caso de precisar ou querer algo mais. Mantive também os meus ténis da Felmini, dourados, porque acho lindos e dão logo outra vida a um look totalmente preto, mas estão guardados com a roupa festiva porque no dia a dia raramente os uso.

 

O principal cuidado a ter é mesmo não exagerar. Define um número limite de peças e nunca o ultrapasses. Se viste algo novo que gostavas mesmo de comprar, já sabes que uma peça terá de sair.

 

SHOPPING LIST

Soutien – Women’Secret | Mala – Women’Secret
Body – Primark | Saia napa – Stradivarius | Top veludo – Bershka
Camisola com brilhos – H&M | Top com brilhos – Primark | Blazer – Mango

 

(Visited 373 times, 1 visits today)
Follow:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *