como encontrar estágio após a licenciatura

Como encontrar estágio após a licenciatura

Carreira

Encontrar estágio pode ser um grande desafio para quem termina a sua licenciatura. Quer seja um estágio curricular ou um estágio profissional, a verdade é que na maior parte das vezes os jovens não estão preparados para este confronto com o mercado de trabalho e para a proatividade que esta tarefa exige.

Não sou nenhuma expert neste tipo de matéria mas é uma pergunta que me chega várias vezes por email. Muita gente que me acompanha sabe que mudei de trabalho com frequência desde que terminei a licenciatura, fiz dois estágios, e neste momento trabalho por conta própria, e talvez por isso me questionem sobre como encontrarem um sítio para trabalhar.

 

Como encontrar estágio após a licenciatura

Na maior parte dos cursos existe estágio que faz parte da licenciatura e que é obrigatório para terminar o curso, o chamado estágio curricular. Este pode ser arranjado através de uma empresa que vocês gostem e conheçam ou contacte, ou podem contactar a lista de empresas que têm parceria com a vossa faculdade e que normalmente aceitam sempre o estágio. Já o estágio profissional não é obrigatório mas é cada vez mais corrente, até porque as empresas se aproveitam muito das regalias associadas a colocar um estagiário ao abrigo do IEFP reduzindo assim os custos de recursos humanos da empresa. É preciso saber como encontrar estágio, um estágio que esteja à tua altura e que não seja simplesmente para desperdiçar o teu tempo.

 

Traça os teus objetivos

Há quem ache que, porque é um estágio, temos de nos sujeitar ao que aparecer. Mas eu não sou, de todo, dessa opinião. Acho que um estágio é uma excelente oportunidade para ter contacto com o mercado de trabalho e que deves procurar um estágio na área em que realmente gostarias de exercer. Até podes chegar à conclusão que afinal na prática, não gostas tanto daquilo, ou descobrir que é mesmo a tua paixão e nunca mais largar. Uma estágio é o início do teu currículo e deves escolhê-lo com os olhos postos nos teus objetivos de médio e longo prazo.

 

Não deixes para a última

Para conseguires aplicar a dica anterior deves antecipar-te o máximo possível, para teres tempo de procurar com calma, receber muitas respostas negativas e mesmo assim lutar pela resposta positiva que anseias. Se deixas o assunto de encontrar estágio para a última hora vais precisar de o resolver rapidamente e vais ter mais tendência a aceitar qualquer coisa, mesmo que não tenha nada a ver com o que querias. A probabilidade de seres mal sucedida numa coisa que, à partida, já não estavas interessada em fazer é muito maior.

 

Usa os teus contactos

Sejam os pais de amigos, amigos da família, os teus professores de faculdade ou um qualquer vizinho. Conecta-te com as pessoas e usa os teus contactos a teu favor. Fica atenta às áreas e as locais em que as pessoas que conheces trabalham e não tenhas vergonha de pedir ajuda se sabes que alguém trabalha na área onde queres trabalhar ou numa empresa que te interessa. Acredita que a maior parte das pessoas vai ficar contente por poder ajudar-te e chegar a um local com uma referência tem tudo para dar certo.

 

Escreve uma verdadeira carta de motivação

Porque é que queres tanto trabalhar naquela empresa? Quais os teus objetivos e as tuas ambições? O que queres aprender? Que competências queres desenvolver? Escreve tudo isso numa carta de motivação que deves anexar no contacto com a empresa. O problema de muitas pessoas é que escrevem duas linhas no corpo do email, anexam o CV e ficam à espera de milagres, e isso já as empresas recebem ao pontapé. Escreve uma carta de motivação poderosa e destaca-te pela positiva, e vais ver que terás pelo menos oportunidade de mostrar ainda mais de ti em entrevista.

 

Os jovens saem das faculdades sem grande preparação, são atirados aos lobos e não há ninguém que lhes dê a mão e os guie a entrar no mercado de trabalho. A rede de contactos é um elemento importantíssimo para a chegada a este mundo novo mas só aprendemos isso muitos anos mais tarde. Por isso se estás a ler isto a tempo, começa já a trabalhar a tua rede de contactos, cria um perfil no Linkedin mesmo que não tenhas qualquer experiência profissional, inteira-te de quem trabalha onde, quem são os diretores, quem são os responsáveis, que empresas existem… Informa-te e terás muito mais sucesso a encontrar estágio após a licenciatura.

 

Já não estás à procura de um estágio mas gostarias de algumas dicas para mudar de emprego? Lê o artigo Um novo emprego em 5 passos.

Gostavas de ter o teu próprio negócio e seres a tua própria chefe? Lê o artigo 5 passos para começares o teu próprio negócio.

(Visited 770 times, 1 visits today)

Mais artigos para ti