Food prep, stop cooking every day!

Food prep, stop cooking every day!

Sou rapariga, sou apaixonada por moda, e tenho passado toda a minha vida preocupada em manter um corpo saudável e sexy. Não tem sido fácil, adoro comer e adoro conhecer sítios novos com comida fantástica, por isso complica muito as coisas. No fim de 2015 engordei mais de 10kg e lutei durante todo o ano passado para os conseguir recuperar tendo emagrecido 7kg. Não estava 100% feliz com o resultado mas os últimos quilos são sempre os mais difíceis de perder e acabei por me acomodar um bocado já que no inverno fico mesmo muito preguiçosa.

No início deste ano descobri que estava grávida e, entre muitas outras preocupações, o meu peso voltou a ser uma delas. Engraçado que desta vez sinto que o meu empenho é completamente diferente, só de saber que todos estes cuidados para engordar o menos possível vão ter um impacto super positivo na minha saúde e na do bebé é logo uma motivação estrondosa. Estou praticamente de 17 semanas e ainda não engordei nada em relação ao meu peso antes de engravidar, isto porque no início perdi algum peso e portanto o que ganhei até agora foi para repor essa perda, mas a verdade é que mudei radicalmente a minha dieta e essa mudança exige esforço e muita muita organização.

Para além da questão da saúde, impõe-se a questão de andar cada vez mais cansada e com mais sono e por isso é essencial conseguir ter as refeições todas organizadas para não ter de me preocupar com isso todos os dias, ou correr o risco de um dia estar mesmo KO e acabar a ter de almoçar fora coisas completamente desequilibradas – e gastando muito mais dinheiro.

 

Como faço isso

Comecei por pesquisar receitas saudáveis na internet, perceber de que forma poderia comer mais vegetais e menos alimentos sem grande valor nutricional. Os vídeos da Mind Over Munch foram uma grande ajuda, tanto nas receitas como na forma de preparar tudo. Fiz uma lista de compras e todos os domingos lá vou eu ao supermercado.

Ao regressar a casa preparo todos os alimentos que aguentam ficar a semana toda no frigorífico ou no congelador – corto vegetais e fruta, faço arroz, cozinho carne, faço sopa… – desta forma basta todos os dias à noite juntar os ingredientes que me agradam e preparar as caixas para levar no dia seguinte.

Tem ajudado o facto de ultimamente quase só comer comida fria, o meu organismo tem rejeitado bastante comida quente que me deixa enjoada, mas se tiverem microondas no trabalho podem fazer exatamente a mesma coisa e aquecer à hora de almoço o que necessitarem.

No IKEA comprei dois conjuntos de caixas plásticas a um preço surreal, 17 caixas por 4.99€ e mais 5 caixas por 1.99€, e valeu muito muito a pena. Nas caixas mais pequenas meto fruta, frutos secos, cereais para misturar no iogurte e afins, as caixas maiores de todas são as que ficam no meu frigorífico com os alimentos já preparados e as médias são onde transporto as refeições principais.

 

E vocês, já aderiram à preparação da marmita com antecedência?

 

 

Follow:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *