Mais do que confirmado! O sexo do nosso bebé é…

Mais do que confirmado! O sexo do nosso bebé é…

…masculino! Vem aí um Martim.

 

Pois é, algumas já sabiam outras ainda não, mas a verdade é que vem um menino a caminho. O bebé M. é mesmo um menino, e não faltaram confirmações nestas últimas semanas.

O fim de semana passado, como “prenda” do dia da mãe, fui fazer uma nova ecografia 3D/4D/5D. Depois da experiência terrível que tinha tido com uma outra empresa numa daquelas demonstrações de 5 minutos, desta vez pude usufruir de uma ecografia completa com a Ecox 4D. Uma diferença abismal, MESMO!

Desta vez para além do Zé vieram também as nossas mães, que queriam muito assistir a uma ecografia – especialmente a minha, que já desde o início falava em fazermos uma ecografia 4D. Fomos super bem recebidos no centro cá de Lisboa, que fica no Parque das Nações, e com toda a tranquilidade do mundo pudemos desfrutar de um momento em família a observar o bebé M.

Foi giro, muito giro. Para além da posição acrobática, que deu um belo trabalho à técnica para focar a cara, ao longo da eco ainda tapou a cara com as mãos, com o cordão e ainda se virou para dentro tendo de comer um rebuçado e meter-me de lado para ver se se voltava a ver a cara. Já a mostrar toda a sua personalidade e o quanto nos vai dar dores de cabeça quando sair. Ainda só estava de 23 semanas à data, o que significa que o bebé ainda tem um bom bocado para crescer e principalmente engordar, mas as feições já se começam a notar – e não querendo puxar a brasa à minha sardinha mas já puxando, acho que a boca e o nariz são iguaizinhos aos meus ehehe.

Como tinha dito no outro texto que escrevi sobre ecografias 4D, não sou propriamente aquela pessoa que estava mortinha por ir fazer uma, mas agora que passei pela experiência num sítio profissional acho que se puderem vale bem a pena!

ecografia 4D 5D ecox oh maria 2

 

Passando a informações mais técnicas, que sei que algumas de vocês vieram até aqui para espreitar essa parte.

Para quem nunca fez nenhuma ecografia deste género, então convém avisar que todas estas ecos começam com uma ecografia normal, 2D a preto e branco, em que depois existe renderização para que a imagem seja transmitida em 3D. Ecografia 3D é apenas imagem, estática, renderizada da eco 2D. Quando passamos para a ecografia 4D já temos imagem em movimento, o que se aproxima de ver o nosso bebé ao vivo e a cores. Mas o melhor ainda estava para vir: a ecografia 5D. Devido ao jogo de luzes é possível ver o bebé com uma coloração que se aproxima mesmo MUITO do real, parecendo mesmo que estamos a espreitar para dentro da barriga e a vê-lo ali às voltinhas, a mexer-se, a bocejar, a brincar com o cordão e com os pézinhos. A minha mãe até chorou!

Na Ecox 4D a ecografia 5D só está disponível, por enquanto, no centro de Lisboa, mas nos restantes centros do país podem fazer ecografia 4D de alta qualidade. A política deles passa por não cobrar aos pais se o bebé não se deixar ver. Ao contrário de outros sítios, em que cobram e depois se não se deixar ver marcam uma repetição, neste caso a ecografia só será cobrada no dia em que se conseguir ver o bebé – o que pode parecer uma diferença pequena mas na minha ótica faz a diferença entre empresas que metem o dinheiro à frente de tudo e empresas que preferem primeiro mostrar o que valem e deixar os clientes satisfeitos antes de cobrar, claro que ecografias emocionais são um negócio, não existem para dar prejuízo, mas há formas e formas de fazer negócio.

Quanto a fotos e vídeos, isso vai depender do tipo de sessão que escolherem. Sinceramente eu prefiro as fotos do que o vídeo, mas se quiserem as duas coisas têm sempre essa opção. E as fotos que vos entregam são todas aquelas que se conseguir tirar com qualidade, não há cá um número limite de X ou Y.

Quanto ao tempo de gestação, aconselha-se a que façam a partir das 17 semanas, se bem que antes das 23-26 o bebé ainda parece muito um etzinho e as feições estão menos definidas. Na Ecox 4D não existe um limite máximo de semanas, embora muitas vezes a partir das 32 semanas o bebé já esteja demasiado grande e seja difícil vê-lo. Mas não têm nada a perder porque no caso de não dar para ver simplesmente não pagam. Alguns bebé ainda permitem ver até às 40 semanas, outros não, cada caso é um caso.

 

Agradeço imenso à Ecox 4D por esta experiência porque foi um momento fantástico, e sem dúvida que recomendo esta empresa. É a prova de que nem sempre as empresas mais faladas e mais “famosas” no mercado são as melhores, quando o marketing se torna demasiado agressivo e nos esquecemos que estamos a trabalhar com pessoas ainda para mais numa fase da vida tão especial, tem tudo para correr mal, e comigo correu. Ainda bem que tive oportunidade de ver que não são todas as empresas no mercado que são más 🙂 Se quiserem espreitar os eventos da Ecox 4D podem ver neste separador no Facebook da marca. E se quiserem saber mais sobre as ecos e preços, espreitem o website.

(Visited 2,895 times, 1 visits today)
Follow: