Minimalismo na beleza: semana 1

Bem estar

Para quem acompanha as minhas Instastories – se ainda não me segues no Instagram, de que estás à espera? – sabe que há uma semana atrás fiz uma grande limpeza ao armário dos produtos de beleza.

São já 8 anos de blogosfera, isso equivale a acumular muitaaa coisa. Enquanto blogger recebo frequentemente produtos para experimentar. Sejam lançamentos ou apenas um mimo de uma marca, a verdade é que o correio não para e nem sempre é possível testar tudo. Ao longo dos anos muita coisa de foi acumulando e era bastante comum encontrar 2 ou 3 champôs, cremes ou esfoliantes a uso ao mesmo tempo.

Com toda uma nova vibe minimalista que inundou esta casa, quero manter apenas o que gosto, o que me acrescenta, para poder viver feliz e sem bagunça. E por isso lancei um desafio a mim própria: durante as próximas semanas vou experimentar os produtos que tenho a acumular, avaliá-los, fazer review para vocês e decidir se fico com eles ou não.

Fiz vários kits de produtos que incluem tudo o que preciso ao longo da semana, e cada semana vou meter a uso um kit diferente. No fim de experimentar tudo, ficarei apenas com as coisas que gostei mais, e vou usar uma a uma até terminarem as embalagens.




Semana 1

A primeira semana já terminou e partilhei no Facebook as minhas considerações sobre cada produto, mas depois pensei que seria útil colocar isso também aqui no blog já que é muito mais fácil pesquisar artigos aqui, no Facebook as publicações vão-se perdendo com o tempo.

 

Cabelo

Champô fortificante Ecophane – é um champô de tratamento cujo efeito é potencializado pelas cápsulas da mesma marca. É um produto bom para as recém-mamãs quer perdem bastante cabelo. O meu couro cabeludo que anda bastante sensível gostou dele, mas não sei se posso confirmar que tenho menos queda só por uma semana de uso. Mas vou usar até acabar.

Máscara de coentros Botanicals – o meu cabelo deu-se muito bem com o champô desta gama durante a gravidez, mas depois da aventura de pintar o cabelo fiquei com o couro cabeludo super super sensível e tive de deixar de o usar. A máscara ainda não tinha experimentado e gostei, mas só a aplico duas vezes por semana, no resto das lavagens só uso champô. Vou continuar a usar até terminar, enquanto o cabelo reagir bem.

Air dry Straight da Syoss – um produto novo no mercado que promete um cabelo liso sem usar secador. É óbvio que isso só funciona para quem já tem o cabelo naturalmente liso, não para um cabelo encaracolado como o meu. Mas ajuda a alisar mesmo que usemos ferro a seguir, apesar de não ser a função dele. O Zé adora para o cabelo dele por isso acho que vou deixar para ele gastar.

 

Rosto

Gel de limpeza Pute Calmille da Yves Rocher – já assumi várias vezes que não me identifico com esta marca. Não sei bem explicar o porquê mas não há um único produto da marca que eu use com regularidade e já experimentei imensos ao longo da vida. Usei o gel durante toda a semana e a verdade é que a minha pele não se deu nada bem esta semana, ficou extremamente oleosa e com borbulhas. Não posso confirmar que tenha sido do gel, porque mudei todos os outros produtos também, mas o gel nunca tinha utilizado anteriormente. A lavar não notei que fosse muito oleoso, a pele ficava bem limpa e suave, mas podem ser os componentes que não são ideais para a minha pele.

Booster 89 Minéral da Vichy – este é um creme à base de água e que se funde na pele quase como se o fosse. Já o tinha experimentado no verão passado e dei-me muito bem, é super leve hidratando sem pesar. Não sei se foi por estar grávida que me dei melhor com ele e se para a minha pele atual não funciona tão bem, vou ter de o testar separadamente.

Creme de olhos Slow Âge da Vichy – há cerca de 2 anos adicionei o creme de olhos à minha rotina diária e desde então já experimentei alguns. Sinceramente, não sei ver a diferença entre eles e como a quantidade aplicada é tão pequena e numa zona tão restrita não sei dizer se algum faz melhor ou pior. Tenho poucas olheiras, portanto nem nisso consigo ver diferenças. No entanto como não tenho muitos cremes de olhos, irei usar esta embalgem até ao fim.

Desmaquilhante Pureté Thermale 3 em 1 da Vichy – o que posso dizer sobre um travel size de desmaquilhagem? Que das duas vezes que consegui utilizar retirou a maquilhagem eficazmente, incluindo os olhos, sem agredir a pele. Mas não acho que tenha opinião suficiente para saber se vale ou não a pena comprar.

Máscara de rosto de carvão dos Himalaias da The Body Shop – quando a The Body Shop lançou a sua linha de máscaras fiquei encantada e não descansei até as ter todas. Adoro, são excelentes, ajuda a equilibrar a pele e esta tem uma particularidade especial: 0.33€ de cada vende reverte a favor da Red Panda Network, uma instituição que ajuda a proteger os pandas vermelhos. Se já não existissem razões suficientes para a usar, esta seria uma excelente razão.

 

Corpo

Creme de banho da Barnängen – tive o primeiro contacto com a marca há pouco tempo e o creme hidratante saltou de imediato para a lista de favoritos. Agora que experimentei o creme de banho subiu também ele para o top. É super hidratante, deixa a pele muito confortável mesmo sem creme hidratante após o banho e cheira maravilhosamente bem.

Loção corporal Almond Milk & Honey da The Body Shop – já disse que a The Body Shop é uma das minhas marcas favoritas? Se não disse, fica dito. Esta loção corporal é menos hidratante que as manteigas, um dos produtos mais conhecidos da marca, o que para mim é uma vantagem. Seca rapidamente podendo vestir logo em seguida, cheia muito muito bem e deixa a pele bastante hidratada. Talvez para pessoas com pele muito seca necessitem de algo mais gorduroso, esta loção não o é.

Celulite rebelde da Depuralina – já não é novidade para ninguém que este é o meu creme de eleição no que a celulite diz respeito. Para todos os que acham que os cremes para a celulite não fazem nada, garanto que este faz. Claro, não trata, o que significa que se parares de usar o creme a tua celulite irá regressar, mas usando com regularidade – e eu nem aplico diariamente – os resultados são maravilhosos.

Desodorizante My Label – o pior produto da semana. Desde que tive o Martim que o meu suor ficou bastante intenso. Antes raramente transpirava e suor com cheiro então era quase impossível. Agora, não sei se é do stress ou de alguma alteração hormonal, tenho um suor super intenso e este desodorizante fez zero por mim. Direto para o lixo.

 

Maquilhagem

Illuminating primer da Flormar – já o tenho há algum tempo mas como o efeito não é tanto de disfarçar os poros, como outros que tenho, ficou um pouco de lado. É bom para peles normais ou mais baças, não achei tão maravilhoso para peles oleosas. Ainda assim, usei religiosamente uma semana inteira sem grande drama. Vou manter apenas para alguma emergência mas há primers melhores para o meu tipo de pele.

Base 24h made to stay da Catrice – uma base de longa duração mas não muito indicada para peles oleosas. É neste momento a base que tenho mais do tom da minha pele. Tem cobertura média e gosto muito de a ver logo após a aplicação, mas é indispensável o uso de pó matificante para aguentar bonita um dia inteiro numa pele oleosa. Apesar da cor ser perfeita, não funciona para a minha pele.

Double radiance primer highlighter da Flormar – para usar como primer não funciona em peles oleosas, fica demasiado brilhante, mas é maravilhoso como iluminador numa maquilhagem mais bronze. Vou manter!

CC Cream instaglow da The Body Shop – existem mais duas cores deste produto, se não me engano, que permitem usar como cc cream. Este, por ser super escuro, usei como bronzer. Gosto mais de bronzers mate, mas gosto do efeito deste produto quando usado com moderação. Podem também juntar à base diária para um efeito de bronze mais natural. O ideal é comprar a cor adequada à minha pele, e talvez no verão consiga dar mais uso a esta cor.

Terracotta powder da Flormar – um dos produtos que recebi na Expocosmética e que mais adorei. Funciona como blush, como bronzer com um glow maravilhoso e gosto até de usar por baixo do blush, dando um tom mais bronzeado. Um must-keep!

Cream blush da NYX –  gosto da cor, é preciso aquecer um bocadinho para aplicar de forma mais natural mas acho que fica super bonito – especialmente por cima do terracotta powder que falei antes. Ainda assim as fórmulas em creme não são as minhas favoritas, prefiro blush em pó.

X10 sculpting mascara da Flormar – uma surpresa muito boa! Faz um efeito melhor do que a máscara que estava a usar antes, só acho que faz muita borrada a aplicar – ou sou eu que tenho falta de jeito. É preciso corrigir sempre depois para não ficar com a pálpebra toda borrada, mas não borra ao longo do dia.

Bálsamo labial The Body Shop – há anos que tenho destes bálsamos. Este em particular fica bastante branco por isso não gosto muito. O cheiro é delicioso e é super hidratante mas só mesmo para aplicar em casa.

 

Fica atenta ao Instagram para veres os novos produtos da semana, e até à próxima semana!

(Visited 1.019 times, 1 visits today)

Mais artigos para ti