Organização // Arrumar as pastas do computador

Organização // Arrumar as pastas do computador

O conceito de minimalismo é algo que está muito na moda, mas apesar de ter este blog – que em tempos até já foi completamente dedicado à moda – não sou daquelas pessoas que vai a correr seguir uma tendência muito menos em algo tão abrangente. Já li várias coisas sobre o assunto, porque gosto e acho interessante, mas nunca pensei para mim “agora vou aplicar isto à minha vida”.

A verdade é que, aos poucos, algumas coisas foram sendo aplicadas, ainda que de forma muito simples e muito natural como é o caso do armário cápsula.

Mas eu associo sempre minimalismo a organização, e no que toca a organização tenho vindo a fazer grandes melhorias na mina vida. Eu não sou desorganizada, sou é muito desarrumada. Gosto de ter as coisas cada uma no seu sítio, de criar espaços para elas e de as organizar direitinhas, mas quando essa organização não fica feita de forma prática o mais certo é acabar tudo desarrumado até voltar a ter tempo de organizar.

Sabendo disto, aprendi a criar formas práticas de organização para que seja mais fácil voltar a colocar tudo no lugar ao longo da semana e não ser tão necessário parar para organizar tudo de novo.

A semana passada decidi organizar os ficheiros do meu computador assim como a Google Drive.

 

Tempo totalmente dedicado

Com um bebé de 2 meses e meio é difícil dedicar tempo exclusivo ao que quer que seja, sem ser a ele, ainda assim o que fiz foi não abraçar mais nenhuma tarefa até ter esta concluída. Desliguei as redes sociais, meti o telemóvel no silêncio e afastei-me de tudo o que pudesse distrair-me.

 

Apagar  o que não interessa

Metendo mãos à obra a primeira coisa que fiz foi apagar todos os ficheiros que não interessavam. Ou porque já estavam guardados noutro lado, ou porque efetivamente já não serviam para nada. Fiz esta limpeza a todas as pastas mas com foco principal na pasta de Transferências e do Ambiente de Trabalho.

 

Espaços diferentes para cada coisa

Tenho a organização dos meus ficheiros distribuída por três locais: computador, Google Drive e uma Personal Cloud. Todos estes locais são acessíveis através do meu computador bastando estar ligada à internet. No computador tenho ficheiros que utilizo no dia a dia, coisas essencialmente relacionadas com os meus projetos e que preciso várias vezes  (logótipos, documentos, ficheiros de reports…). Na Google Drive tenho alguns livros em pdf, para poder ler em qualquer lugar, uma cópia do meu documento de identificação e fotografias para publicar no Instagram que vão sendo apagadas à medida que são publicadas. Na Personal Cloud tenho tudo o resto, todas as fotografias, documentos e ficheiros que quero guardar mas que não são necessários no dia a dia.

 

Criar pastas organizadas

As minhas pastas têm os nomes dos meus projetos ou datas no caso das fotografias (uma pasta com o ano e depois pastas lá dentro com uma data, seja a data em que as fotografias foram tiradas ou em que foram passadas para o computador – podem também ter uma identificação mais específica como por exemplo Paris_nov).

 

Este é um trabalho que só realizo a cada 6 meses, porque não justifica fazê-lo com mais regularidade. Tento, no dia a dia, ir colocando as coisas em ordem mas ao fim de 1 ou 2 meses o caos já começa a instalar-se de novo. Mas não stresso com isso, simplesmente vou arrumando nos sítios certos quando me lembro e ao fim de 6 meses arrumo tudo o que está fora do lugar.

(Visited 391 times, 1 visits today)
Follow:

2 Comments

  1. 10 November 2017 / 8:38 pm

    Sou um bocadinho obsessiva com organização, acho que tem-se intensificado com a idade. Estou a sempre a procurar maneiras de organizar melhor tudo.
    Em relação ao computador isso é mesmo onde se nota mais isso. Está tudo por pastas, por datas, e não consigo deixar passar mais de um dia com coisas fora do sitio. A reciclagem está sempre limpa. Também a verdade é que é a minha ferramenta de trabalho e talvez por isso seja assim! 🙂
    Até o meu Pinterest é organizado por “montanhas” de pastas! Va, eu disse obsessiva!

    beijinho
    Isa M., Tic Tac Living

  2. 10 November 2017 / 5:14 pm

    Eu considero-me uma pessoa organizada na vida, mas sou o contrário quanto ao meu computador onde não se consegue encontrar absolutamente nada. Sempre que tento organizar pastas perco muito tempo (tal é o estado) e então acabo por desistir. Já consegui organizar as fotos que foi uma grande vitória. A regra que mais utilizo, das que tu mencionas, é a de apagar o que não interessa e isso é sempre imensa coisa ahaha

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *