Pea on board #4 // Prevenir as estrias na gravidez

Pea on board #4 // Prevenir as estrias na gravidez

Como prevenir as estrias na gravidez é uma das principais preocupações de todas as futuras mamãs (uma entre as três mil e quinhentas que nos assombram todos os dias e que vão crescendo mais depressa do que a barriga). Apesar de já ter oscilado de peso e de sempre ter tido as coxas e rabo grandinhos, não tenho grande historial de estrias. Que tenha dado conta, tenho apenas 3 ou 4 estrias pequenas na parte de trás das coxas mesmo junto às nádegas, e que se eu não chamar a atenção para elas ninguém sequer nota. Sei que tenho muita sorte, até porque cremes e água nunca foram os meus melhores amigos.

No entanto assim que soube que estava grávida fiquei logo preocupada. Não queria nada que a minha pele ficasse toda feia após a gravidez, e tudo o que puder fazer para prevenir as estrias na gravidez vou fazer. Alguns dos truques que estou a utilizar atualmente são:

 

Aumentar o consumo de água

No meu caso é aumentar porque eu bebia meio litro por dia, se tanto. Agora tento beber 2lt de água diariamente. Confesso, não sei se o trauma vem da escola onde detestava ir à casa de banho, que era nojenta – e onde também não podia ir a qualquer hora porque não podia interromper as aulas – ou se é de outro lado qualquer, mas sempre que penso em beber água penso logo “é melhor não porque depois vou andar sempre a fazer xixi”. É estúpido, e estou a lutar todos os dias contra isto, até porque aqui no meu trabalho tenho uma casa de banho mesmo ao lado e posso lá ir sempre que queira.

O truque para beber mais água é mesmo começar logo assim que se acorda. Sou capaz de beber meio litro ainda antes de chegar ao trabalho, e torna muito mais fácil conseguir atingir o objetivo. A água ajuda a hidratar desde o interior fazendo com que a pele se torne mais elástica e flexível o que é um grande avanço para prevenir as estrias na gravidez.

 

Usar creme próprio todos os dias

Se eu já não usava creme normal, quanto mais ainda aplicar um creme especialmente indicado para qualquer coisa. Mas teve de ser. Já experimentei três cremes diferentes e mais abaixo irei fazer-vos uma breve review de cada um. Dois deles uso regularmente, um mais gordo aplico depois do banho – que é normalmente à noite – e um mais fluído aplico de manhã. Aplico em toda a barriga, sem esquecer a zona de lado até ao peito, no peito, no rabo e na parte de dentro das coxas a apanhar um pouco a zona de trás junto às nádegas onde já tenho as tais estrias.

 

Evitar água muito quente

A água quente no banho faz com que a pele perca hidratação e elasticidade, sabe muito bem no inverno mas tem efeitos na nossa pele que não queremos de todo alimentar. Por isso optem por água mais tépida e um gel de banho hidratante – aconselho os da Dove ou o da Barral.

 

Ter cuidados redobrados com o sol

A minha querida mãe, enquanto estava grávida de mim, achou que meter a barriga ao sol era uma ideia maravilhosa. Resultado? Apanhou um escaldão, ficou com a barriga CHEIA de estrias, e eu nasci com alguns fusíveis queimados :p Para quem, como eu, vai passar o verão todo grávida, é essencial começar já antecipar truques para evitar escaldões. Muita sombra, muito protetor sol e muita água são ainda mais indispensáveis este ano.

 

 

Review cremes anti-estrias

Como sei que há muitas futuras mamãs que querem saber qual o melhor dos melhores cremes para prevenir as estrias na gravidez, achei por bem partilhar a minha opinião sobre os três que usei até agora. Começo com a ressalva de que ainda vou a meio da gravidez, o que significa que só no fim é que poderei dizer se mesmo com estes cuidados todos tive ou não estrias. Tenho para mim que estes cuidados são muito importantes mas que a genética também tem um dedinho na coisa, pessoas que já têm tendência a ter estrias têm mais facilidade em aumentar o leque na gravidez, é por isso que conheço gente que usou determinado creme e não teve uma única estria assim como outras com exatamente o mesmo produto não se safaram.

De qualquer das formas acho que mais do que a certeza absoluta de que não vamos ter nem uma estria, procuramos um produto que tenha qualidade e dê conforto à nossa pele e é com base nisso que fiz esta review.

 

Creme gordo com óleo de amêndoas, Barral

Ainda há pouco tempo fui conhecer as novidades da Barral, uma marca de que toda a gente já ouviu falar e onde o creme gordo é o produto estrela. O que não sabia, até engravidar, é que já existia um creme gordo especial para grávidas – o da tampa cor de rosa, enriquecido com óleo de amêndoas.

A minha opinião: não sou grande fã do cheiro do creme original, mas gostei bastante mais deste – ou também pode ter sido o meu nariz que mudou. Sente-se bastante bem que é um creme rico e a fórmula é bem mais fácil de espalhar que o original, no entanto achei demasiado gorduroso. No fundo das costas e no peito apareceram-me duas ou três borbulhas, reação à oleosidade. É também desconfortável para usar e vestir roupa a seguir, que não seja pijama. Em hidratação parece mesmo excelente mas estes pequenos pormenores fizeram com que o colocasse de lado.

 

Creme anti-estrias Well’s

Juntamente com um mala cheia de coisas maravilhosas para os primeiros tempos do bebé – das quais tenho de falar um dia destes – vinha também um creme para mim. Nem sabia desta linha de marca branca da Well’s mas achei maravilhoso.

A minha opinião: o cheiro é bom, sem ser demasiado intenso. O creme é muito espesso, custa a espalhar, por isso não é ideal para usar antes de sair de casa sob risco de a roupa ficar toda gordurosa. Na minha pele demora um pouco a absorver, mas após absorção – normalmente no outro dia de manhã – está tudo ok. Apesar de ser um creme rico, acho menos gorduroso que o da Barral e até agora nunca me fez borbulhas. É o creme que uso todas as noites após o banho.

 

Creme anti-estrias Babé

Não conhecia esta marca, mas enviaram-me para experimentar o creme anti-estrias e o anti-celulite (que tem um massajador na ponta e é ótimo também!). Este é um creme que trabalha de outra forma a elasticidade da pele, ativando a produção de colagénio no lugar de trabalhar focado na hidratação e ainda ajuda na recuperação dos tecidos no caso de estrias recentes.

A minha opinião: fiquei fã pelo facto de ser fluído e não gorduroso, o que permite que utilize de manhã nas zonas problemáticas e em poucos minutos me possa vestir sem problema. O facto de ter uma atuação diferente dos típicos cremes gordos também me fez dar-lhe uma chance. Em conjunto com o creme da Well’s, tem sido o meu melhor amigo nesta luta por uma pele sem estrias que até agora está a resultar.

 

E vocês, que cremes ou óleos usaram ou usam para prevenção de estrias?

 

Follow:

2 Comments

  1. Inês G
    20 April 2017 / 2:22 pm

    Olá Maria, eu sou uma grávida de primeira viagem, estou agora com 20 semanas.
    A questão das estrias também era uma preocupação, desde cedo comecei a aplicar cremes preventivos, mas com o frio dava-me imensa preguiça, agora que a barriga começa a ficar maior e o tempo está mais quente tenho investido tempo e dinheiro em cremes. Atualmente uso de manhã o creme anti-estrias da mustela e à noite o bio-oil. Ambos são absorvidos com facilidade e rapidez e têm um cheiro agradável. Ofereceram-me também o creme da barral, mas não gosto nada da textura, acho espesso e gorduroso, demora imenso a ser absorvido pela minha pele, mas de facto hidrata bastante. Para além destes dois produtinhos comecei a usar o Lansinoh para preparar o peito para a amamentação, espero que resultem!

    • 21 April 2017 / 8:44 am

      Olá Inês, muitos parabéns! Também já ouvi falar muito bem do bio-oil mas tive receio que fosse demasiado oleoso. Efetivamente o da barral tem um efeito ótimo de hidratação mas não é nada confortável na aplicação :\ é pena. O Lansinoh não conheço, tenho de ir investigar. Um beijinho grande <3